terça-feira, 3 de novembro de 2015

Trecho do filme "Mindwalk" - Ponto de Mutação


Trecho do filme "Mindwalk" (Ponto de Mutação) de Bernt Amadeus Capra. O universo está em constante mutação e uma teia de elementos liga as nossas vidas; uma serpente ou dragão que morde a própria cauda. No final do filme, o poema de Pablo Neruda é declamado pelo poeta Thomas Harrimann (John Heard), pois, para ele, é a única forma de expressão que pode "explicar" a vida.

Nenhum comentário:

Posts mais populares