terça-feira, 15 de março de 2011

Burrice nuclear

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que o governo vai manter os programas nucleares, mesmo com os acidentes ocorridos na usina do Japão. Não se trata de ser trágico, mas de ser realista. O problema é um alerta de que não há segurança suficiente que possa conter as respostas da natureza às irresponsabilidades do próprio homem. Até podemos entender a utilização desse tipo de energia em alguns países nos quais os recursos naturais não são suficientes para atender à demanda energética, mas por que essa teimosia do governo brasileiro?

Como o ministro pode AFIRMAR CATEGORICAMENTE que o governo não irá rever os investimentos e os projetos das usinas brasileiras se o mundo inteiro está revendo? O Brasil tem mais motivos que qualquer outra nação para rever seus projetos e a utilização da energia nuclear porque possui fontes naturais que poucos países ou nenhum outro tem.

Existe uma teimosia política que extrapola à lógica humana. Políticos se imaginam donos de uma nação e não têm consciência da condição TEMPORÁRIA que lhes foi CONCEDIDA pelo voto do povo. E o povo, por sua vez,  também não tem completa noção do seu direito e dever de mudar qualquer condição que envolva riscos à sua integridade física e de seus concidadãos.

Vai rever sim, Lobão... pode ter certeza de que vai aceitar rever, obediente como um cordeirinho. O Brasil e alguns políticos não podem continuar caminhando na contramão da inteligência.

Essa procuração que o povo lhes concedeu foi à título precário.

-o-

2 comentários:

Cláudio Ferigoli disse...

Xará, como sempre, opinião correta e lúcida... O problema do governo, de todos eles, é outro: $ no bolso e dane-se o futuro...

Pura Reflexão disse...

Leiam também:
http://coisasdeclaudio.blogspot.com/2011/03/um-mundo-radioativo-ha-decadas.html

Posts mais populares