quinta-feira, 5 de outubro de 2017

NA CALADA DA NOITE COMO QUALQUER LADRÃO DE GALINHAS, MAS COM FORO ESPECIAL

Aprovaram na calada da noite por voto simbólico das lideranças o fundão partidário de 1,7 bi do nosso dinheiro. Alegam que a verba está prevista no Orçamento da União em consonância com a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e não afetará as verbas da saúde, segurança, educação e investimentos de infraestrutura, mas é tudo papo furado, história pra boi dormir.

O presidente da república (assim como governadores e prefeitos) tem prerrogativa constitucional de contingenciar verbas (ou segurar) para poder cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e em caso de aperto no orçamento, contingenciará verbas que beneficiariam a população, mas jamais esse fundão partidário. Portanto, esses 1,7 bilhões de alguma forma serão retirados dos benefícios que deveriam ser direcionados para o povo. O contingenciamento do orçamento de 2017 já está em R$ 42,1 bilhões e certamente esses 1,7 bilhões não fazem e nem farão parte dele.

Só para se ter ideia de valores, esse fundão aprovado sorrateiramente ontem por voto simbólico das lideranças partidárias, equivale a 3 mil escolas com postos de saúde ou 50 hospitais com UTI ou 34 mil casas populares.

O pior é ouvir de um deputado na tribuna que ele precisa do fundo partidário porque quer ser deputado e não tem dinheiro. É ou não o máximo do escárnio? Você que está entre os 14 milhões de desempregados no Brasil, pede para alguém financiar a confecção de seu currículo, suas indas e vindas para fazer entrevistas, almoços e cursos de para adequar-se ao mercado? E além de tudo, político não é profissão!

Continue assim, esperando que eles mudem por iniciativa própria.

Sabe quando?

.

Nenhum comentário:

Posts mais populares