terça-feira, 21 de março de 2017

CARNE FRACA: O QUE O BRASILEIRO CONSIDERA POUCO

Quando a operação Lava Jato começou, todos os políticos reclamaram da espetacularização da PF. Chiaram muito e houve até tentativa do ministro Cardozo de interferir na forma de divulgação dos casos de corrupção. Não adiantou. Hoje vemos que não foi exagero e que o buraco era mais embaixo. São mais de 300 políticos envolvidos e não meia dúzia. Essa investigação da carne já dura 2 anos e seria muita ingenuidade da PF não ter provas consistentes. É óbvio que o problema não pode ser generalizado, mas acho estranho defenderem de bate-pronto baseando-se no que "acreditam" ser verdade ou mentira.

Não importa se são 100 bois, 50 ou 10. Se assim fosse, quem roubou ou desviou 10 milhões e não 500 mereceria ser absolvido. É um caso de saúde pública. Um boi de 500 kg, com perto de 78% de aproveitamento, representa 400kg de carne. Se forem 5 bois, isto representará 2 mil quilos de carne. Um quilo por família, serão 2 mil famílias.

Em qualquer outro país as pessoas ficariam horrorizadas, mas aqui não... as pessoas falam em percentuais em relação ao total, exceto se alguém de sua família adoecer por causa disso. Daí a coisa muda.

Em todo caso, o juiz federal Marcos Josegrei deu prazo até hoje para que a Polícia Federal apresente todos os laudos utilizados nas investigações da Operação Carne Fraca.

Vamos aguardar.

Nenhum comentário:

Posts mais populares