quinta-feira, 24 de setembro de 2015

STF: VAIDADE, PARTIDARISMO E INDIFERENÇA

Há muito tempo o STF demonstra-se incomodado com o juiz Sérgio Moro. Uma parte por questões partidárias (isso mesmo!) e outra pela mais pura vaidade. Quais ministros compõem cada grupo? Oras bolas... até as pedras sabem quem é quem nessa turma e os que ainda não sabem é só procurar a recente história dos julgamentos do STF (do Mensalão pra cá) nos arquivos dos jornais na internet e começar a prestar atenção no que vem acontecendo e no que acontecerá daqui pra frente. Separar o joio do pouquíssimo trigo será mais fácil que roubar doce de criança, saber quem é a pior presidente do mundo ou o partido que rouba mais. Se bem que a disputa entre partidos está acirrada.

Mas como eu disse no início, há dois grupos - a um terceiro, mas é pequenininho - que podem ser facilmente identificados:

GRUPO DA GRATIDÃO: É composto por ministros que sentem-se agradecidos pela indicação do pixuleco e da madama, pois, não fosse a recomendação devido a seus currículos de ativistas e de bons serviços prestados ao partido bolivariano, eles jamais chegariam aonde estão porque tem muita gente melhor, muito embora não tão "adequada" aos requisitos. O "agradecido" não disfarça nem um pouco para tomar suas decisões altamente questionáveis até por leigos, pois, considera-se protegido pelo cargo que ocupa e usa seu notório saber jurídico (menos a conduta ilibada) para substanciar suas argumentações em "jurisdicês arcaico", inacessível aos beócios cidadãos comuns que servem apenas para pagar seus altos salários e mordomias.
GRUPO DA VAIDADE: É composto por ministros que estão tendo ataques frenéticos, morrendo de ódio e ciúmes do juiz Sérgio Moro. Onde já se viu, dizem eles! Como pode um "juizinho federal" ganhar essa notoriedade toda? Que petulância desse desaforado que fica fazendo sua obrigação e cumprindo a lei! E nós, que temos o cargo que ele almeja para coroar sua carreira de magistrado, ficamos de mãos atadas, à mercê dos seus pedidos de prisão preventiva sem podermos negar, pois, além de serem juridicamente corretos, o país inteiro está nos vigiando. Vamos fatiar esses processos e tirar os holofotes desse metido!

Pois bem... é mais ou menos assim que boa parte da nossa grande Corte Suprema pensa e atua. Quando não restam mais argumentos nos capítulos e parágrafos das leis e da Constituição, esses dois grupos recorrem ao preâmbulo constitucional para fazerem seus discursos filosóficos, dignos de um Platão, Gandhi, Buda ou Cristo. Nesses momentos até os pássaros param de cantar para escutar suas ponderações humanistas, dignas dos monges e sábios tibetanos. Mas no final, os que comemoram mesmo são os diabos, os advogados dos criminosos e a OAB (desculpem tripla redundância)!

Se fui muito sarcástico neste texto, desculpem-me. Afinal, a gente tem que ser sarcástico e irônico no país mais corrupto dos universos conhecido e desconhecido. Somos imbatíveis não só na corrupção, mas também na impunidade, na falta de saúde, segurança e educação. País do povo-hiena, não menos corrupto que seus eleitos.

Mas nem tudo é frustração. Resta-nos o "orgulho" de sermos os únicos bons em tudo aquilo que é ruim.

No Brasil a natureza é pródiga, mas alguns filhos da pátria (FDPs), não.


domingo, 6 de setembro de 2015

O MENINO AYLAN E A LOUÇA DA COZINHA

A pergunta é: por que, tanto a direita xenófoba quanto a esquerda anti-ocidental e mais a imprensa - os "normais" também - ignoram os corredores dos hospitais e as filas do SUS que matam milhares todos os anos, o equivalente a muitos barcos de imigrantes naufragados? E nem vou me referir à violência nas ruas. A preocupação do brasileiro e da imprensa hoje é a política. E sem essa de dizer que estão combatendo a causa principal, pois, ela é a causa principal de todos os problemas do mundo, mas a roubalheira foi banalizada e não provoca mais nenhum choque na população, muito embora devesse causar. Quantos  Aylans, tios, pais, mães irmãos e avós de Aylans morrem todos os dias por falta de atendimento médico ou aguardando consultas e exames por meses e até anos. Ou será que esse problema já foi resolvido e ninguém sabe?

É óbvio que a morte do menino nos choca e só uma pessoa muito fria não se sensibilizaria com a cena da praia e todo o contexto que envolve o desespero daqueles imigrantes, mas está faltando a imprensa voltar a lembrar da situação desesperadora do nosso sistema de saúde pública e divulgar fotos que causariam tanto impacto quanto ela. Como diz o ditado, todos querem resolver o problema da fome do mundo, mas se esquecem de ajudar a mãe a lavar a louça do almoço.










terça-feira, 1 de setembro de 2015

Marcelo Odebrecht: É pior ser dedo-duro ou miolo mole?

Pelo silêncio e camaradagem dos deputados em suas perguntas foi fácil concluir que a influência da construtora em eleições é enorme. O financiamento de campanha é o calcanhar de aquiles dos parlamentares e mesmo que no futuro ele não saia das empresas privadas, o caixa dois sempre existirá, pois, os coeficientes para eleger vereadores, prefeitos, deputados, governadores, senadores e presidente sempre serão os mesmos e só mudarão as variáveis das receitas. Sempre existirá um "declarado" bem inferior ao "não declarado" para a Justiça Eleitoral. No fundo todos eles cedem às tentações e se vendem, variando apenas o preço. Em 2014, o grupo Odebrecht doou R$ 918 mil a deputados da CPI.

Mas deixando essa turma venal de lado, vamos ao mais patético. Não importa se Marcelo Odebrecht vai ou não aderir à delação premiada. Se ele acha que ser dedo-duro é pior do que ser ladrão do dinheiro público de centenas de milhões de brasileiros que, se usado para o bem, estaria salvando vidas nas portas e nos corredores dos hospitais o problema dele. O cara que se mostrou tão preocupado com sua imagem perante a seus filhos e gerações futuras, esqueceu-se de que, independentemente do que ele pensa ser pior ou melhor, seu caráter já foi definido pela Polícia Federal, pelo juiz Sérgio Moro, por grande parte dos cidadãos brasileiros e já foi registrado na história. O texto abaixo já definiu sua qualificação:
"Por meio de acordos de cooperação internacional, em especial com autoridades da Suíça, os investigadores da força-tarefa que apuram os tentáculos do propinoduto na Petrobras conseguiram mapear a atuação direta da Odebrecht em 56 atos de corrupção e 136 lavagens de dinheiro. De acordo com os investigadores, a empreiteira atuou na movimentação de 389 milhões de reais em corrupção e de 1,063 bilhão de reais com a lavagem de dinheiro. Em um esquema mais sofisticado do que a simples atuação em cartel, a empreiteira distribuía propina a partir de repasses a contas de empresas offshore e, dessas, enviava novamente o dinheiro sujo para contas bancárias secretas de agentes que ocupavam cargos-chaves na Petrobras, como os ex-diretores Paulo Roberto Costa, Nestor Cerveró e Renato Duque e o ex-gerente Pedro Barusco."
Incluir dedo-duro nessa capivara não fará a menor diferença e será muito mais difícil explicar a seus filhos e futuras gerações de que o dinheiro das propinas que deu para a Petrobrás visando garantir [segundo ele] a saúde de sua construtora e de seus sócios, foi indiretamente responsável pela morte de milhares de brasileiros por falta de saúde pública, pelo crescimento da criminalidade, pela deterioração da educação no país e pela quebra da maior estatal brasileira.

Miolo mole SIM... dedo-duro, NUNCA!

.

CARTA ABERTA AOS IDIOTIZADOS POR IDEOLOGIAS

1. Em primeiro lugar, assistam a este vídeo sem vomitar:


.
2. Em segundo lugar, leiam o texto abaixo:


CARTA ABERTA AOS IDIOTIZADOS POR IDEOLOGIAS

Bando de babacas que ficam lendo livros comunistas sem digerirem seu conteúdo e sem consultar as consequências históricas das tentativas de implantação que mataram centenas de milhões de inocentes! Papagaios que repetem palavras de ordem por deficiência cognitiva. Irresponsáveis que nunca imaginam suas famílias envolvidas numa luta armada e o sofrimento de uma nação em que o povo parte para esse tipo de sandice alimentada pelos que ficam protegidos em seus bunkers de aço e concreto pagos com dinheiro público . Seres idiotizados por falsos ideólogos. Sociólogos pés rapados tupiniquins a serviço do politburo mórbido e covarde, que nunca se expõe e usa ingênuos como massa de manobra para seus objetivos sádicos e inconsequentes. E o pior de tudo é ver os hipócritas pacifistas apoiando esse tipo de insanidade pela "causa". Que causa, cara pálida? A dos interesseiros vendedores de ilusões que se beneficiam pessoalmente e enriquecem às custas do sangue de inocentes? Bando de robotizados programados pela escória da humanidade!
.
3. Em terceiro e por último, assistam ao vídeo abaixo:


.

Posts mais populares