segunda-feira, 27 de julho de 2015

PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA: O ENGODO DO SÉCULO



Gosto de recapitular sempre. Quando Lula assumiu o país em 2003, a dívida interna era de 600 bilhões e a externa de 220 bilhões. Quando ele disse que pagou a dívida do FMI em 2008, a dívida interna já estava em 1,5 trilhões. Hoje a interna está em R$ 2,5 trilhões e a externa em US$ 400 bilhões (R$ 1,2 trilhões). Do total da dívida externa + interna, o Brasil saltou de 800 bilhões em 2003 para 3,7 trilhões em 2015.

Isto é o que acontece quando se quer fazer assistencialismo com dinheiro público, quando se administra um país como o Bar do Tião e se rouba até não poder mais. Governos não produzem riquezas, quem produz é o povo. Se o PIB não cresce, a indústria é desestimulada, cai o nível de empregos e empresas fecham. Como produzir riquezas para pagar PACs, Bolsas Família, Minha Casa Minha Vida, investimentos em saúde, segurança e educação?

É o mesmo que termos uma renda mensal de R$ 5 mil e gastarmos 10 mil. A conta não fecha! Ou arrumamos um outro emprego, ou reduzimos nossos gastos ou quebramos. Isto nem é matemática financeira é aritmética simples.

Se vocês descobrirem quem pagará essa dívida darei uma mandioca de presente.

.

Dívida pública - G1: http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/07/divida-publica-sobe-35-em-junho-para-r-25-trilhoes.html

Um comentário:

Carlos Silva disse...

O mais triste de toda essa história é que grande parte da população não faz a menor ideia do que está acontecendo com o nosso país. Prova disso é a reeleição de tantos candidatos que não merecem estar aonde estão, o que evidencia a ignorância de parte do eleitorado nacional.

Posts mais populares