segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Dilma na ONU: vergonha de ser brasileiro.

A nossa presidente vai gastar um tempo PRECIOSÍSSIMO na ONU pra  fazer beicinho e envergonhar o Brasil perante o mundo inteiro. Não quero ouvir seu discurso nem sozinho num quarto de portas fechadas. Como se já não bastasse termos de ouvir internamente, aqui no Brasil, as sugestões tupiniquins de seus assessores da área de comunicações que com alguns bilhões em softwares e equipamentos os e-mails dos nossos governantes estarão seguros contra uma eventual espionagem de outros países. Que a localização física/geográfica se um servidor da internet garante a posse dos dados nele contidos. Santa ignorância!

Essa mistura de ingenuidade e ignorância técnica com alienação e fanatismo ideológico só pode dar nisso: expor o Brasil mundialmente ao ridículo e transformá-lo em motivo de piadas. Mistura de revolta e vergonha de ser governado por um partido que cheira mofo, trancado no armário do tempo, recheado de carunchos e teias de aranha.

Não perderei muito tempo para escrever de novo sobre esse negócio de espionagem, mas apenas dar um copy/paste abaixo do último post que fiz sobre o tema:

ESPIONAGEM - GOD BLESS BRAZIL COM "Z"

O FATO
É óbvio que ninguém fica feliz de ser espionado e trata-se de invasão de privacidade. Embora a gente brinque aqui no grupo, independentemente do mandatário do governo, a espionagem é uma prática que fere a soberania de qualquer país e é inadmissível. Quando a constatação se torna pública, como no caso do Brasil por meio do ex-técnico da CIA, há necessidade de ações diplomáticas pedindo esclarecimentos formais. Se isto não for feito, a omissão e o silêncio resultarão numa espécie de consentimento implícito e volto a dizer que isto independe de quem esteja no poder do país espionado.

A REALIDADE - I
Existe uma prática que se chama empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outra pessoa, tentando enxergar e avaliar a situação sob a perspectiva dessa outra e o mesmo vale para o caso de países. Entre nações, essa prática não elimina a necessidade de se tomar as medidas diplomáticas em relação ao FATO e elas devem ser tomadas. No entanto, a empatia servirá para avaliar e corrigir eventuais desvios nos posicionamentos diplomáticos do país espionado. Embora a hipocrisia seja muito comum no âmbito da diplomacia (sim... hipocrisia mesmo), ela deve ser deixada de lado para que o país possa rever SINCERAMENTE sua política de relacionamento com outras nações.

A REALIDADE - II
O mundo político-econômico de hoje está polarizado nos EUA/Reino Unido/aliados e na China/Rússia/aliados. Alemanha e França, embora normalmente apoiem o grupo liderado pelos EUA já mostraram independência em muitas oportunidades e normalmente não assinam embaixo das decisões desse primeiro grupo. A posição do Brasil do PT sempre foi ANTI-AMERICANA, apoiando incondicionalmente todas as posições do segundo grupo, nunca se preocupando em ser coerente com sua constituição democrática que difere de todas as outras desse segundo grupo. Embora não fosse necessário citar, é bom lembrar do apoio quase incondicional brasileiro, principalmente ao Irã, à Cuba, à Venezuela e Bolívia, países que, além de absolutamente anti-americanos, adotam políticas repressivas e contrárias às liberdades de expressão, de imprensa e das minorias. Ditaduras explícitas e implícitas.

A LÓGICA - I
Internamente e baseado em seus apoios, está mais do que provado que o PT tende à implantação de um regime totalitário. Isto porque não há meio termo para os que se simpatizam com a falta de liberdade de imprensa ou de expressão e não existe meia liberdade. O Brasil só não é hoje uma Rússia, Cuba, Venezuela ou Bolívia DE FATO porque o PT ainda não conseguiu alterar nossa Carta Magna, mas o politburo brasileiro está trabalhando fortemente para que seja rasgada e refeita segundo seus princípios comunocráticos.

A LÓGICA - II
Os EUA, diante do antiamericanismo brasileiro declarado e de suas posições comunistas também declaradas, considera o Brasil um INIMIGO muito mais do que potencial, mas REAL. O PT ODEIA os americanos, sua presidente terrorista fez parte do grupo que sequestrou embaixador americano Charles Burke Elbrick em 1969 durante a ditadura militar. Se os petistas pudessem espionar os americanos - e também nada indica que não faça, exceto suas limitações intelectuais e tecnológicas - certamente o estariam fazendo. Diante disto, os EUA têm toda a razão - embora não o direito - de espionar o Brasil 24 horas por dia, pois, ele representa uma AMEAÇA ao governo americano e à população daquele país. Empaticamente, se eu fosse presidente dos EUA, estaria fazendo a mesma coisa, ou quem sabe pior. Um presidente não governa para si e seu partido, mas tem responsabilidade com a vida e segurança dos MILHÕES que representa.

O FUTURO
Já está mais do que provado que o PT governa totalmente imerso e envolvido com suas mágoas do passado e não está nem aí com o nosso país. Sua prioridade absoluta é a vingança, nem que isto custe a vida  - e já está custando - de milhões de brasileiros que deixam de receber de volta os bilhões dos extorsivos impostos que pagam em forma de saúde, segurança e educação. A tal da "ideologia" é apenas um pano de fundo, como se, mesmo assim, uma ideologia idiota pudesse justificar a destruição de um país que tem tudo para ser uma das grandes potências econômicas e humanísticas mundiais.

E DIANTE DO INEVITÁVEL, COMO DIZ UM DOS ÍCONES PETISTAS...
... relaxemos e gozemos. Pedimos que o presidente Obama nos envie por baixo do pano os frutos da espionagem americana e vamos fazer do limão uma limonada. Nos ajude com provas para tirar essa quadrilha que tomou o Brasil de assalto. Deixe "vazar" para a imprensa mundial algumas correspondências que mostrem a SORDIDEZ desses corruptos para que possamos chutá-los definitivamente do poder.

Inventem um delator foragido, mas que escreva com a sua mão mais conservadora.

Nenhum comentário:

Posts mais populares