segunda-feira, 29 de julho de 2013

Simplicidade é sentir não precisar

Cada dia que passa eu me convenço mais de que a simplicidade é o caminho mais curto para a felicidade, ou de prolongar seus momentos. Mas não basta se desfazer de bens ou deixar de consumir. O "não precisar ter" é um sentimento individual que se adquire ao longo da existência, conforme as experiências de vida. Ninguém precisa ser convencido ou impulsionado por dogmas, filosofias ou religiões. É preciso não precisar; é preciso sentir não precisar. Começa-se percebendo que assumimos muitas responsabilidades que não deveríamos ter, simplesmente porque as criamos e nos convencemos de que são responsabilidades nossas. Temos de estar cientes de que seremos cobrados pela família e pela sociedade por nossa aparente "irresponsabilidade", mas se tivermos certeza desses valores que adquirimos, essas cobranças não representarão nenhum risco às nossas certezas. Isto não é uma opção, mas um ajuste sereno e consciente em nossa ordem de valores.
"Põe de lado os estudos e não conhecerás o sofrimento. Põe de lado a erudição, afasta a sabedoria e o povo será cem vezes mais beneficiado. Põe de lado a benevolência e afasta a retidão e o povo te pagará com dever filial e amor fraternal. Põe de lado o artifício, afasta o lucro e não haverá mais bandoleiros e ladrões. Mantém-te na simplicidade, restringe o egoísmo e refreia os desejos." (Lao-Tse)
Recomendo lerem a matéria "Conheça homens e mulheres que optaram por uma vida mais simples"

,

Nenhum comentário:

Posts mais populares