domingo, 23 de junho de 2013

Os que se apresentarem como líderes serão ilegítimos

O governo procura um líder de um movimento que nasceu do inconsciente coletivo, portanto, não há líderes que possam ser reconhecidos pelos milhões de cidadãos e cidadãs que estão nas ruas. Por que precisam encontrar líderes? Se eles existissem, fazer isto seria lógico para se evitar perdas de tempo e destruição do patrimônio público por esses vândalos infiltrados. Cortaria caminhos para o novo Brasil que todos desejamos.

Mas não há líderes, graças a Deus! Graças a Deus porque se o movimento fosse igual ao do passe livre, criado inicialmente com o apoio do PT para desestabilizar o governo de São Paulo há um ou dois anos, esses líderes já teriam cedido às ofertas do poder, como aconteceu com Lucas Monteiro, um dos líderes do Movimento Passe Livre que já fala em sair como candidato nas próximas eleições, certamente aliciado pelo partido do poder. Ou Mayara Vivian que já tinha trânsito livre no governo. "Facinho", não?

Não, desta vez não há cabeças para serem seduzidas ou cortadas. E ninguém reconhecerá falsos os líderes que tentarem implantar. Não acontecerá como aconteceu com a Sua Excelência Senador Lindberg Farias da vendida UNE que, de cara pintada, virou Pinóquio.

Dilma, em seu pronunciamento, disse querer conversar com os líderes do movimento, com representantes de classe e sindicatos. Que representantes de classe e sindicatos a senhora viu nas ruas carregando bandeiras, sejam elas de entidades trabalhadoras, patronais ou de partidos? A senhora gostaria de ter visto, mas não viu. Acho que estava assistindo a TV Al Jazeera, a da Grécia, da Turquia ou do Irã.

Os pontos que a senhora diz ter entendido das reivindicações do povo, mas que IMPÔS em seu pronunciamento foram os seguintes, um a um:

  • 1. A elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana: Qual? Aquele primeiro plano que foi traçado em 2007 pelo então ministro das Cidades, Marcio Fortes e em 6 anos ainda não não saiu do papel?
  • 2. Destinação de 100% dos recursos do petróleo para a educação: Do mesmo jeitinho que a CPMF foi destinada à saúde? E que petróleo? Aquele do Pré-Sal que antes de ser extraído os estados produtores e não produtores estão se digladiando e prometendo tirar o apoio ao seu governo se não forem atendidos em suas reivindicações?
  • 3. Trazer milhares de médicos do exterior para atender pelo SUS: Quais médicos? Iguais aos 91% que não alcançam excelência no teste brasileiro de revalidação de diplomas estrangeiros? E que SUS? Aquele que joga idosos, mães e crianças no chão dos corredores dos hospitais brasileiros? Como eu li em um post do Facebook, eles vão trazer banquinhos e macas para seus pacientes?
  • 4. Receber os líderes das manifestações pacíficas, dos jovens e das entidades sindicais: Que líderes e que representam jovens, presidentE? Que organizações sindicais estavam com suas bandeiras neste movimento? Média? Eleições à vista? Sindicatos são importantes nos anos de eleições, não?
  • 5. E SOBRE A CORRUPÇÃO E O DINHEIRO DA COPA?: Nadinha pra falar? Quando fala da imagem do Brasil lá fora, o problema está no vandalismo desses poucos das ruas ou no vandalismo consentido pela impunidade? O Brasil é conhecido mundialmente como um país de vândalos que destroem prédios públicos e privados ou dos que estão quebrando o caixa do país para fazerem seus próprios caixas pessoais e partidários? Conhecido como o país onde as polícias prendem ladrões de galinha e jogam bombas em baderneiros atingindo também os pacíficos, mas não dispara nem balas de borracha nesses ladrões do erário e não os prendem por serem "amigos do rei"? E a Copa é dinheiro público sim senhora! BNDES, CEF e BB emprestando à vista para receber em 20 anos? Porque não é feito o mesmo para hospitais, escolas e investimentos em segurança?
Não, senhora presidentE. A senhora e seus amigos de poder continuarão procurando líderes e não encontrarão. Não conseguirão prender e interrogar ou chamar para "negociar" o Sr. Inconsciente Coletivo. Nenhum auditório seria capaz de abrigá-lo. Ele representa a consciência unida desses milhões de brasileiros que estão nas ruas.

E hoje ela não é nem do tamanho do Brasil. É maior que o mundo!

Nenhum comentário:

Posts mais populares