segunda-feira, 15 de abril de 2013

Uma singela reflexão sobre amizade


As verdadeiras amizades requerem doses muito bem medidas de alguns componentes do caráter. É importante deixar bem claro que ao dizer "verdadeira amizade" refiro-me logicamente às minhas verdades.

Como existem várias definições para o termo caráter, vou adotar o da psicologia que diz ser o conjunto de hábitos, virtudes e vícios. Já a personalidade - não menos complexa - é a forma como organizamos esses três componentes e definimos (consciente ou inconscientemente) nossos padrões de conduta diante de determinadas situações.

Deixando agora esse negócio de teorias de lado e para o qual também não tenho competência, vamos ao que interessa. O que é para mim uma verdadeira amizade?

Que tal começar com a falsa amizade, coisa bem diferente da amizade falsa. A falsa amizade é aquela que imaginamos ser verdadeira, mas não resiste às provas que aparecem pela frente. É a amizade Denorex, a que parece, mas não é. A amizade falsa já está definida como tal desde o início, geralmente provocada pelo interesse de uma das partes. Esta última não é muito difícil de perceber se a outra parte estiver atenta ou já for mais vivida.

E quais seriam essas provas de amizade que mencionei.? Não, não é atirar-se debaixo de um trem ou saltar do 10º andar (ou mesmo do primeiro) de um edifício, nem morrer ou ferir-se gravemente pelo amigo. São provas simples, mas porretas, como por exemplo negar a "amizade" (entre aspas) ou afastar-se da pessoa para ficar bem na fita, seja com o chefe ou com uma pessoa influente. Só nesse tipo de prova, não passarão algumas boas dezenas de "amizades". Excluo os bipolares e esquizofrênicos por serem patologias cerebrais.

Outro tipo de falsa amizade é a situacional, ou seja, a que depende da condição sócio-econômica do "amigo". Se você perceber que tem algumas dessas "amizades" que vão e voltam - tipo bumerangue -, perceba também que ela oscila junto com seu status no trabalho, na politica ou na sociedade.

Enrolei muito mas acabei não dizendo o que é para mim, uma amizade verdadeira. Como é um tema discutido há milênios, muito antes de Tales de Mileto no ocidente e da filosofia oriental hindu ou chinesa, não vou discorrer sobre demonstrações e conceitos, mas escolhi algumas frases de grandes pensadores as quais reconheço como profundas e que representam o meu pensamento. E tirem delas suas conclusões sobre o que eu penso ser amizade verdadeira.

  • "É mais vergonhoso desconfiar-se dos amigos do que ser por eles enganado." (François La Rochefoucauld)
  • "A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque não existe." (Jean Cocteau)
  • "Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada." (Oscar Wilde)
  • "Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade." (Confúcio)
  • "Quando o meu amigo está infeliz, vou ao seu encontro; quando está feliz, espero por ele." (Henri Amiel)
  • "A amizade que acaba nunca principiou." (Públio Siro)
  • "A única amizade que vale é a que nasceu sem razão." (Arthur Schendel)
  • "Não tenhas pressa em fazer novos amigos nem em abandonar aqueles que tens." (Sólon)
  • "Entre amigos as frequentes censuras afastam a amizade." (Confúcio)
  • "A amizade duplica as alegrias e divide as tristezas." (Francis Bacon)
  • "A amizade é simplesmente a amável concordância em todas as questões da vida." (Marcus Cícero)
  • "A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro." (Platão)
  • "A amizade é semelhante a um bom café; uma vez frio, não se aquece sem perder bastante do primeiro sabor." (Immanuel Kant)
  • "Aceita-me tal como eu sou. Só então poderemos descobrir-nos um ao outro." (Federico Fellini)
  • "Aos que me são queridos, deixo as coisas pequenas. As grandes são para todos." (Rabindranath Tagore)


Nenhum comentário:

Posts mais populares