quinta-feira, 4 de abril de 2013

Só se ama condicionalmente

Por que a maioria das pessoas só consegue amar um outro ser vivo? Não consegue amar o que faz e não consegue amar a humanidade, a vida e a natureza com a mesma intensidade que consegue amar um outro ser.  O ser humano só consegue amar o que pode ser seu, mesmo que diga para si mesmo e para todos que não quer que seja seu. Ama do seu jeito, mas quer ser amado de um jeito diferente daquele que consegue amar.

Sobre o amor físico, escreveu Fernando Pessoa: "O amor quer a posse, mas não sabe o que é posse. Se eu não sou meu, como serei teu, ou tu, minha? Se não possuo o meu próprio ser, como possuirei um ser alheio? Se sou já diferente daquele de quem sou idêntico, como serei idêntico daquele de quem sou diferente? O amor é um misticismo que quer praticar-se, uma impossibilidade que só é sonhada como devendo ser realizada."

Quem ama liberta, mas só quando sabe que vai voltar.

Na verdade, a gente só ama o que pode voltar.

Mesmo que nunca vá.

Nenhum comentário:

Posts mais populares