sexta-feira, 17 de junho de 2011

Marcha pela Ética

Tudo precisa ter um começo, mesmo que ainda não seja ideal. Quero parabenizar os responsáveis pela coordenação do Movimento Marcha pela Ética por iniciarem uma campanha apartidária pela agonizante ética da política brasileira. Por se tratar de um movimento aberto à participação popular, é evidente que encontraremos todas as linhas do pensamento político e se houvesse censura e/ou seleção de participantes não seria um movimento democrático. Independentemente da linha ideológica e métodos sugeridos de se coibir abusos e falcatruas, TODOS estão a favor de mudanças no comportamento político atual, seja dos partidos, correligionários ou eleitores.

Mesmo tendo passado pelas artilharias das tropas de choque que defendem algumas figuras políticas além de outros participantes mais radicais que entraram para desestabilizar ou capitalizar autoria para uma determinada linha ideológica, o grupo no FaceBook já conta com 3400 adesões e segue em frente.

Amanhã (sábado, dia 18) haverá a primeira manifestação do grupo e simpatizantes dessa causa pela ética. O Brasil cresce e se estabiliza economicamente. Não podemos deixar que esse crescimento e as oportunidades que surgirem sejam desviadas para nutrir a fortuna de alguns privilegiados e aumentem as diferenças sociais, destruindo o que foi construído até agora às custas do sacrifício do povo. Não importa se foi Itamar, FHC, Lula ou será Dilma... importa não deixarmos que tudo se perca por questões puramente egocêntricas daqueles que defendem seus próprios interesses, de partidos ou de ídolos políticos.

Precisamos agir e demonstrar nossa insatisfação com os rumos da ética.

LOCAL: Parque do Povo
ENDEREÇO: R. Henrique Chamma, 590, Av. Cidade Jardim, São Paulo (GoogleMaps)
HORÁRIO: 15h
FACEBOOKPágina do grupo
REVISTA VEJAColuna Ricardo Setti

Todos lá!!

2 comentários:

Benê Lima disse...

Excelente iniciativa. No entanto, desejo dar uma contribuição no sentido de ampliarmos esses movimentos pela ÉTICA. Por que pensarmos em ética somente para os políticos, sobretudo quando sabemos que eles não são nenhuma casta, e suas teceduras são do mesmo tecido social que nós outros?

Por que atuarmos sobre a parte e não sobre o todo? O comportamento dos políticos nos incomodam [às pessoas de bem] talvez, também, porque muitos de nós nos vemos neles.

Um movimento pelo resgate da ÉTICA pela sociedade em geral seria mais coerente e eficaz - creio.

Fraternalmente,

Benê Lima.

Pura Reflexão disse...

Muito coerente, Benê. Sua observação é importante e pertinente. Não adianta falarmos em ética seletiva ela tem que ser de todos... eleitores, empresários, profissionais e da justiça brasileira. É que a classe política influencia o povo porque tem os holofotes e a mídia oficial e, num país onde a educação política é precária, temos que começar tentando eliminar o que já existe de poder, antes que banalize mais ainda. Se há também empresários e outras pessoas corruptas, elas aparecerão quando os que as permitem e autorizam a pagar o ilícito com o NOSSO dinheiro. E são os políticos, tanto do executivo quanto do legislativo e do judiciário que fazem isto. Em todo caso, sua lembrança, como lhe disse, é cabível e pertinente. Abraços e obrigado por comentar.

Posts mais populares