terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dicas para ler e entender (Pólo Noel Atan - IM)


(...)

Têm que reaprender a LER, num segundo processo de alfabetização além daquele que aprenderam nos bancos escolares quando crianças.

- E como se consegue isso? perguntarão.

Cada um tem que se esforçar, ser um autodidata, mas há alguns conselhos úteis que podem ajudar. São eles:




  • 1o - Sempre faça uma leitura rápida e ininterrupta do texto, do começo ao fim, sem parar nos detalhes, de modo a ter uma idéia de conjunto do seu conteúdo. Aja como se fosse conhecer uma fazenda: primeiro faça um vôo panorâmico de avião, do alto, apreendendo em sua Mente uma imagem geral onde se destacam algumas características principais, como riachos, vales, matas, plantações e, principalmente, a delimitação do seu perímetro - seus limites.
  • 2.o - Antes mesmo do primeiro item acima, leia atentamente o TÍTULO que, geralmente já traz em si a proposta da Mensagem, observe quem é o AUTOR e a DATA que foi escrita, procurando saber se ela é uma Mensagem genérica e atemporal, ou se foi escrita em decorrência de algum fato ou circunstância especial.
  • 3.o - Recomece agora a leitura, lenta e pausadamente, parágrafo por parágrafo, palavra por palavra, prestando atenção especial nos VERBOS e nos TEMPOS VERBAIS utilizados. Detenha-se nos detalhes e pare para pensar um pouco sobre eles, mas sem perder a seqüência das idéias. Grife em baixo das palavras ou frases que considera chaves da Mensagem ou ainda não estão bem compreendidas, para em estudo mais minucioso.
  • 4o- Chegando ao final, volte aos pontos grifados como chaves ou para mais estudos; detenha-se sobre eles até entende-los por inteiro, não desprezando um bom dicionário para descobrir o significado de palavras que ainda não conhece. Esse procedimento, transposto para o reconhecimento da suposta fazenda citada no item 1." corresponde a caminharmos a pé, em cada metro quadrado da área que estamos querendo conhecer, de forma que, no final, teremos um reconhecimento completo e detalhado, permitindo-nos tirar conclusões acertadas.
  • 5o - Para encerrar, pergunte a si mesmo: Qual foi a intenção do autor ao redigir esta mensagem? E pense, se preciso releia quantas vezes precisar e só arquive a Mensagem quando tiver certeza absoluta de que captou o que a MENTE do autor quis transmitir. Isso também, em conceito , é um CONTATO MENTAL [com o autor}].
Pólo Noel Atan (IM)
Fundador da Ordem dos Filhos da Luz
www.contatosespaciais.com.br

-o-

2 comentários:

sonhareser.com.br disse...

Maravilha........
Entrar em contato com o autor.
Identificar qual era a sua intenção ao escrever.
Isso é um poderoso exercício.
Nos ligamos ainda mais uns aos outros.
Parabéns pelo texto e pelo blog.
abraço.

Jane disse...

Polo, saudades mas o que deixou nos tras de volta a sua presença, em cada letra, ponto dos ensinamentos. Sou grata pela minha consciencia desperta.

Posts mais populares